sexta-feira, 20 de março de 2009

A Espiritualidade Enaltece a Mensagem da Cruz

(Por Alan G. de Sá. escrito originalmente para http://www.ebditaquerao.blogspot.com/)



Jesus Cristo: indubitavelmente, a vida deste homem é extraordinária, não apenas por seu extraordinário nascimento, suas extraordinárias palavras, suas extraordinárias obras, milagres, mas também por um fato extraordinário, que o distingue das demais pessoas, líderes, governantes, que passaram por este mundo: Sua cruel morte em uma cruz e sua seqüente ressurreição, três dias após. Neste breve comentário sobre a lição 13, desta valiosa revista de EBD, do Pr. José Elias Croce, tenho o prazer de falar sobre a cruz de Cristo e seu significado para nós.

A cruz e o seu significado histórico

A crucificação é um modo muito antigo de execução. O stauros (vocábulo grego) para poste e cruz, era um poste de madeira, com pontas afiadas onde as vítimas eram lançadas e colocadas para serem torturadas. A crucificação era um instrumento conhecido como a punição mais cruel e vergonhosa, usada pelos gregos e romanos, mas já conhecida dos fenícios, de quem provavelmente gregos e romanos herdaram esse modo de execução. No império romano eram condenados nela os piores criminosos, escravos e assaltantes, autores e cúmplices de revoltas, e acontecia também vez por outra nas províncias para divertimento dos governadores.
Os condenados a crucificação eram espancados ou açoitados, primeiro com um instrumento chamado flagrum, que era um chicote com várias tiras de couro, onde era colocada nas pontas bolas de chumbo ou ossos de carneiro. Em seguida, a vítima era forçada a carregar o pesado patibulum, ou a barra transversal da sua cruz até o local de execução. Vemos a intensidade dos sofrimentos de Jesus Cristo mesmo antes da crucificação, nos relatos bíblicos de que ele estava fraco demais para carregar a sua cruz, sendo necessário que ele fosse auxiliado por Simão, de Cirene (Mt 27.32; Mc 15.21; Lc 23.26), após uma noite de tortura e açoites.
Nos dias de Jesus, existiam diversos tipos de cruz usados pelos romanos para execução. Acredita-se que Jesus foi crucificado na crux immissa, ou cruz latina, visto que as Escrituras declaram que a inscrição “Este é Jesus, o rei dos judeus”, foi colocada sobre a sua cabeça (Mt 27.37; Mc 15.26; Lc 23.38; Jo 19.19).
No Antigo Testamento, a morte era por apedrejamento (Dt 21.20,21), e assim o corpo morto era pendurado em uma árvore ou estaca para servir de advertência às pessoas (Dt 21.22,23; Js 10.26). Era considerado entre os judeus como um ato de maldição. Essa é a base de Gálatas 3.13)
Quando sabemos o significado histórico da cruz, percebemos porque era “escândalo para os judeus e escândalos para os gregos” a mensagem de um Messias crucificado (I Co 1.22,23).

A cruz de Cristo: O início do caminho da espiritualidade.

O inicio do caminho da espiritualidade começa na cruz. Pois diante da cruz de Cristo morremos para o mundo, para o pecado e nascemos para Deus, em Cristo, em novidade de vida (Rm. 6.1ss; Gl 6.14). Agora ele vive para Deus, como Paulo escreve: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu, mais Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2.20)



A Mensagem da Cruz de Cristo

Eis alguns efeitos da cruz de Cristo:

1- Substituição pelos pecadores (Is 53.4-6; Mt 20.28; II Co 5.21; I Tm 2.5,6; Hb 2.9; 1 Pe 3.18);
2- Mediação entre Deus e os homens (Cl 1.20). Ele estabeleceu a paz pelo sangue da sua cruz ( I Co 15.25-28; Jo 7.38; 16.7, 14.16, At 2.33 e Gl 3.13,14);
3- Base da intercessão pelos pecadores (I Tm 2.5,6; I Jo 2.1,2; Ap 5.6; Fl 2.8-10).
4- A cruz é a base do perdão: o perdão consiste na purificação do pecado. É o saldar ou apagar as antigas dívidas. (Rm 3.25; 4.7; Atos 2.38)
5- Serve para a salvação de Israel (Rm 11.25-27). Mas aí também está indicado a salvação pessoal;
6- Serve de base para as bênçãos milenares e eternas que sobrevirão a todas as nações (Ap 21.23; Mt 25.31-46; Is 60.3,12; 61.9; 62.2, Atos15.17);
7- Significa a derrota dos poderes das trevas (Ap 2.14-15; Ap 12.7; Mt 25.41).
8- A cruz é a base da purificação entre judeus e gentios, no seio da Igreja Cristã (Ef 2.11,12).

A Mensagem do Cristo da Cruz.

Jesus ainda hoje chama os seus discípulos a negarem a si mesmos, tomar a sua cruz a cada dia e seguí-Lo (Mt 16.24-26; Mc 8.34-9.1; Lc 9.23-27). Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente (Hb 13.38).
Muitos pensam que carregar a cruz é suportar um problema, ou dificuldade, mas carregar a cruz significa suportar toda a rejeição e até ridicularização, por parte do mundo que nos sobrevêm por sermos seguidores de Cristo.
Significa também a renúncia dos nossos interesses pessoais, do nosso eu por amor à Jesus Cristo.
“Discípulo sem cruz, não é discípulo de Jesus”. (Pr. João Duque)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...