segunda-feira, 20 de abril de 2009

O SANGUE DE JESUS TEM PODER

O SANGUE DE JESUS TEM PODER
“Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”
Assim na cruz clamou meu Senhor.
Não há quem o ajude, e mui grande é sua dor!

Transpassaram suas mãos e os seus pés
Como cera se derreteu e como água se derramou...

Assim estava Jesus Cristo na cruz
Sofrendo por que Ele nos amou!

Como ovelhas perdidas andávamos,
Seguindo nossos próprios caminhos.
Mas como ovelha muda Ele foi maltratado,
Rasgando o véu e nos mostrando o verdadeiro caminho.

Por mais que o diabo me acuse, hoje sou salvo.
A morte não pode mais me vencer.
Não foi com coisas vãs que fui resgatado...
Mas com o precioso sangue de Jesus que tem poder!

Ele levou sobre si nossas enfermidades, as nossas dores sobre si ele levou
Mas nem a morte pôde tirar sua vida, pois Ele é Deus, Jesus ressuscitou!
Nossos pecados ele levou sobre si, Ele foi homem de Dores.
Mas Ele triunfou sobre o mal e hoje é Rei dos Reis e Senhor dos Senhores
E está pronto a salvar todo que nele crê
Que crê que no sangue de Jesus há poder!
Há poder e o inimigo sabe que ele não vencerá o crente firmado na verdade.
Pois esse sangue é mais que o aspergido por Moisés
É o Sangue de Jesus sobre os seus fiéis.

O Sangue de Jesus tem poder
Limpa as vestes, purifica de todo o pecado
Sangue puro, precioso derramado por ti e por mim
Sim, O Sangue de Jesus tem Poder!


Autor: Ev. Alan G. de Sá

Max Lucado no Brasil


Max Lucado estará no Rio de Janeiro no dia 25 de julho para compartilhar suas experiências de fé com um público estimado em 15 mil pessoas na Praça da Apoteose. Parte de sua apresentação será feita em português, pois Lucado, que já viveu no Brasil, tem um bom conhecimento da nossa língua. A entrada será gratuita e o evento conta com o apoio da Prefeitura e do Governo do Estado. Serão quatro horas de muita inspiração e motivação com a palavra de Lucado, apresentações de cantores cristãos nacionais e distribuição de vários brindes.

Maiores Informações:
(http://www.maxlucadonobrasil.com.br/)
(http://www.thomasnelson.com.br/maxlucado).

A MAIOR REVELAÇÃO DE DEUS

A MAIOR REVELAÇÃO DE DEUS.
(Por Alan G. de Sá)

“Como é Deus?” “Será que Deus existe?” “Será que Ele é real?” são tipos de perguntas que todos nós já fizemos em algum momento de nossas vidas, quando ficamos perplexos diante de uma tragédia ou sem resposta para algo injusto que vemos ou acontece conosco. Porém a Bíblia Sagrada nos mostra que Deus é real e Ele deseja se relacionar com cada um de nós.

Para isso, depois da queda do homem, Deus tem se revelado de diversas formas, buscando um relacionamento pessoal com a humanidade, se revelando através dos profetas bíblicos (Hebreus 1.1), através de sua criação (Sl 19), através da sua lei em nossas consciências (Romanos 2.14-16). Porém, ainda não estava clara a resposta para essas questões relacionadas à existência e ao caráter de Deus. Então, Deus, o próprio Deus se manifestou em carne na pessoa de Seu Filho Jesus Cristo (João 1.18). Em Jesus, Deus se revela para nós como um Deus de amor e compaixão, que deseja perdoar os nossos pecados e se relacionar conosco, que nos ama, demonstrando este amor quando deu a sua vida na cruz. Jesus Cristo é a maior revelação de Deus. (Hb 1.1-3)

“Deus mostra o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm 5.8)




“Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16)

Deus existe, é real, e através de Jesus Cristo, deseja se relacionar com você, perdoar nossos pecados e dar-nos vida eterna.

PERGUNTAS FEITAS EM EBD: “QUAL A DIFERENÇA ENTRE ‘EFEMINADOS E SODOMITAS’, QUE PAULO RELATA EM 1 CO 6.9-10?”.



PERGUNTAS FEITAS EM EBD: “QUAL A DIFERENÇA ENTRE ‘EFEMINADOS E SODOMITAS’, QUE PAULO RELATA EM 1 CO 6.9-10?”.
Ao lecionar na sala da mocidade, durante a Escola Bíblica Dominical de nossa igreja AD do Jardim Helena, fui questionado com a questão acima. Não soube responder no momento, porém após pesquisa, estou postando não só para esclarecimento, mas para auxiliar outros que tenham a mesma dúvida:

O TEXTO:
1ª Co 6.10: “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus”.(versão Almeida Corrigida Fiel).

1ª Co 6.9,10: Então não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos iludais! Nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os depravados, nem as pessoas de costumes infames, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os injuriosos herdarão o Reino de Deus”. (Bíblia de Jerusalém).
Podemos notar pelas duas traduções acima, que há diferenças entre os termos “efeminados” e “sodomitas”, que foram traduzidos na Bíblia de Jerusalém como “depravados” e “pessoas de costumes infames”, respectivamente.

Efeminado: A palavra grega é malakos, “suave, suave ao toque”, usada metaforicamente, em um sentido ruim, não apenas ao homem que pratica formas de lascívia[1], mas a pessoas em geral, que são culpadas dos hábitos dos pecados da carne, voluptuoso. Aquele que é dado aos deleites e à libertinagem, depravado. São pessoas que buscam a satisfação dos prazeres carnais a qualquer preço. Pode ser incluída aqui a prática bizarra de sexo como pedofilia e com animais, por exemplo.A pornografia também. É importante ressaltar que o significado desta palavra era mais abrangente nos dias que Paulo escreveu do que nos dias atuais, onde “efeminado” é aquele que tem apenas o jeito feminino.

Sodomita: Nome dado à pessoa que praticava aquela prática sexual que caracterizava a antiga Sodoma, isto é, a copula carnal entre pessoas do sexo masculino (Gn 19.5 ss). A palavra traduzida como sodomita no Antigo Testamento vem do latim sodomita, e é derivado da palavra hebraica sedom, Sodoma. A Escrituras não registram uma palavra hebraica para “sodomita” derivada desta raiz. Portanto, o termo hebraico assim traduzido é qadesh,que significa um indivíduo do templo que se prostitui e que está ligado aos santuários pagãos e consagrado aos rituais impuros da adoração pagã. O termo vem de uma raiz que significa “estar separado ou consagrado”, nesse caso para propósitos imorais.
A sodomia, universalmente difundida (Rm 1.27), era proibida em Israel (Dt 23.17; Lv 18.22; 20.13), mas estava presente em tempos tão antigos quanto o do reino de Roboão (1 Rs 14.24). Tanto Asa (1 Rs 15.12) quanto Josafá removeram temporariamente os sodomitas, mas na época de Josias eles eram encontrados no próprio Templo (2 Rs 23.7). A forma feminina, qedesha, significa uma “prostituta” ou “meretriz” (Gn 38.21; Os 4.14).

Concluo, porém, dizendo: mesmo a Palavra de Deus declarando estas práticas como pecado, a discriminação e o ódio e a perseguição contra os homossexuais certamente devem ser condenadas por todo aquele que se proclama seguidor de Jesus Cristo. Como disse Champlin, todos nós cometemos pecados igualmente sérios, mas não perdemos a aceitação social por causa disso.Deus abomina tanto o pecado do homossexualismo, como o do adultério, imoralidade ou outras práticas reprovadas pela Palavra de Deus e etc. Porém Ele ama o pecador. Ama de tal modo que deu Seu Filho Jesus Cristo para salvar os pecadores que se arrependem e o seguem (João 3.16, Rm 5.8).



[1] Lascívia: A Palavra grega aselgeia significa desenfreada luxúria, devassidão, licenciosidade, libertinagem, deturpação, impudência.

REFERÊNCIAS:
BÍBLIA DE ESTUDO PENTECOSTAL, Ed. CPAD;
BÍBLIA DE ESTUDO APOLOGÉTICA, ICP;
BÍBLIA DE JERUSALÉM, Ed. Paulus;
Dicionário Folha/Aurélio;
Enciclopéda de Bíblia,Teologia e Filosofia. R. N. Champlin. Ed Hagnos.
Dicionário Bíblico Wycliffe. Ed CPAD.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...