segunda-feira, 13 de julho de 2009

O MEU CORAÇÃO EXULTA NO SENHOR

O MEU CORAÇÃO EXULTA NO SENHOR (I Sm 2.1-2)

clip_image002

Nesse relato de Ana, sua oração perseverante a Deus e a Sua resposta a oração de Ana, nos trazem importantes lições de gratidão a Deus, pois nós temos a tendência de sempre pedirmos à Ele e nunca agradecemos. “O meu coração exulta no Senhor” (2.1). “Exultar” quer dizer “sentir e manifestar grande júbilo ou alvoroço; jubilar-se; alegrar-se; regozijar-se ao extremo”. Ao dizer isso, Ana estava dizendo que a alegria do coração dela e a sua satisfação era o Senhor.

A Palavra de Deus nos exorta a entrar na presença de Deus louvando e bendizendo seu nome: “Entrai pelas portas dele com louvor, em seus átrios com hinos, louvai-o e bendizei o seu nome”.(Sl 100.3). Não é errado pedirmos à Ele, mas “...as vossas petiços sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças.” (Fp 4.7)

Através deste exemplo de Ana,quando paramos para refletir em tudo o que Deus tem feito para nós e por nós através de Jesus Cristo, vemos que temos muitos motivos para nos alegramos e sermos gratos ao Senhor. Por meio desta mensagem queremos refletir em alguns motivos, entre tantos, que temos para nos exultar, nos alegrarmos e sermos gratos a Deus.

O MEU CORAÇÃO EXULTA, SE ALEGRA NO SENHOR, PORQUE SEI QUE TODAS AS COISAS CONTRIBUEM PARA O BEM DAQUELES QUE O AMAM.

Esta é uma verdade preciosa para os servos de Deus de todas as gerações: “E sabemos que todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto”. (Rm 8.28)

A vida de Ana não era fácil. Ana não queria ter um filho simplesmente por uma disputa com a outra mulher de Elcana, Penina (I Sm 1.6). Na sociedade da época, a mulher que não tinha filhos era tido por uma mulher que estava sobre juízo divino, ela teria feito alguma coisa grave contra Deus e sua Lei. Ela era discriminada socialmente por isso, e apesar no amor de Elcana por ela, se angustiava por isso. Mas a Bíblia traz uma verdade consoladora: “O Senhor lhe tinha cerrado a madre”. (I Sm 1.5)

Creio que Ana orava ano após ano vendo Penina tendo outros filhos, mas Deus tinha para ela um propósito específico, e através dela veio Samuel, que foi muito importante na história de Israel, sendo papel principal na transição de Israel da administração dos juízes para a Monarquia, ajudando a Israel se consolidar como nação.

Deus permite que venham sobre nós, ainda com a nossa perseverança em segui-lo, situações que nos frustam, mas se temos nossa vida entregue na mão do Senhor, devemos confiar nEle.

Por ter um tempo certo na vida de Ana, muitas vezes ela ouviu do Senhor “não” como resposta. Devemos ser gratos a Deus quando ele responder não para nós, como Paulo fez diante desta situação (2 Co 12.7-10).

O MEU CORAÇÃO SE EXULTA NO SENHOR POR QUE EU SEI QUE MESMO QUE OS HOMENS NÃO ME ENTENDAM, EU SEI QUE ELE ME ENTENDE, OUVE E ATENDE A MINHA ORAÇÃO.

Ao ir para o templo, Ana, na sua angústia, orava. Palavras não saiam de sua boca e foi tido por Eli, sacerdote do templo, como embriagada (I Sm 1.14).

Ela podia abandonar tudo, pois até mesmo o homem que deveria ser instrumento de Deus para benção, a discriminou. Muitos abandonam ao Senhor pela falha dos outros ou escândalo de seus líderes. Mas como Ana, devemos ser gratos e confiar nele, mesmo na imperfeição dos homens.

O MEU CORAÇÃO SE EXULTA NO SENHOR PORQUE ELE PODE FAZER MUITO MAIS ALÉM DAQUILO QUE PEDIMOS OU PENSAMOS.

Ana queria apenas um filho. Naquela época um filho homem traria lucro para a família, pois seria trabalhador, ajuntando terras e animais, a mulher daria lucro apenas com o dote do casamento. Ana não pensou nisso. Ela queria apenas um filho e o ofertaria ao Senhor: “Senhor dos Exércitos, se benignamente atentares ao coração da sua serva, e de mim se lembrares, e da tua serva não te não esqueceres, mas a tua serva deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e sobre asua cabeça não passará navalha”. (I Sm 1.11)

O Senhor não lhe deu apenas Samuel, mas “visitou o Senhor a Ana, e concebeu e teve três filhos e duas filhas...” (I Sm 2.21). Ela pediu um só, o senhor lhe abençoou com cinco! Bendito seja o seu nome!

Glorifiquemos e sejamos gratos a Deus pois assim Ele também tem agido na vida de todos os seus servos: “Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera,a esse glória na Igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém!” (Ef. 3.20-21)

O MEU CORAÇÃO SE EXULTA, SE ALEGRA NO SENHOR PORQUE AINDA QUE NÃO MERECÍAMOS, FOMOS ALCANÇADOS PELA SUA GRAÇA!

O nome Ana em hebraico significa “Graça, favor”. Devemos ser gratos ao Senhor, e nos alegrarmos nele porque ainda que não merecíamos ele nos alcançou com a sua graça, não porque éramos bons, pois estávamos “mortos em ofensas e pecados,... andando segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que, agora, opera nos filhos da desobediência...nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos e por natureza filhos da ira...”(Ef 2.1-3)

Entretanto, devemos ser gratos e nos alegrar no Senhor, “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (Jo 3.16)

Sejamos gratos ao Senhor e nos alegremos nele, por tudo que Ele é e tem feito por nós. Se você ainda não se entregou a Cristo, receba Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, se arrependendo de seus pecados, e assim terás o primeiro e maior motivo, dentre muitos de exultar, se alegrar e agradecer a Ele!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...